Procon SP multa banco C6 por práticas abusivas contra aposentados

De acordo com o órgão, o C6 teria cometido práticas abusivas em empréstimo para aposentados. Clientes dizem que não pediram o dinheiro

O Procon-SP aplicou uma multa milionária ao Banco C6 Consignado S/A por suposta prática abusiva e outras infrações ao Código de Defesa do Consumidor contra aposentados. O valor, superior a R$ 7 milhões, será aplicada por meio de processo administrativo.

De acordo com o órgão, diversos consumidores reclamaram que foram surpreendidos com empréstimos consignados não solicitados à empresa. O valor chegou a ser descontado da aposentadoria e pensão do INSS.

Ainda segundo o Procon, os clientes não teriam solicitado ou autorizaram o empréstimo. Pior: ao procurarem o C6, eles não conseguiram resolver a situação.

Tais práticas, segundo o Procon, são consideradas abusivas. Além disso, a empresa teria usado indevidamente os dados pessoais e transferiu aos consumidores o ônus de comprovar que os contratos não eram válidos.

Por conta disso, a instituição foi punida por dificultar ou impedir o cancelamento de contratos – e a devida devolução dos valores – feitos pela internet ou telefone dentro do prazo de arrependimento legal – sete dias conforme prevê a legislação.

Outra infração cometida pelo banco foi não prestar as explicações solicitadas pela equipe de fiscalização do Procon-SP. O Banco C6 deverá arcar com multa de R﹩ 7,059 milhões.