Foxxcom vai migrar parte da produção de produtos da Apple para o Vietnã

Segundo informação da agência de notícias Reuters, a mudança é um pedido da Apple e estaria relacionada a guerra comercial entre EUA e China

A Foxconn, fabricante de produtos da Apple, está transferindo algumas linhas de produção do iPad e MacBook da China para o Vietnã, segundo informou a Reuters. A ideia da gigante americana é diversificar a produção para minimizar o impacto de uma guerra comercial sino-americana.

A mudança ocorre em um momento de grande apreensão nas relações entre EUA e China. O presidente dos EUA, Donald Trump, vem incentivando as empresas americanas a transferir a produção da China para outros países. Durante o mandato de Trump, os Estados Unidos direcionaram os eletrônicos fabricados na China para tarifas de importação mais altas e restringiram o fornecimento de componentes produzidos com tecnologia dos EUA para empresas chinesas que representariam um risco para a segurança nacional.


Leia também

Facebook e usuário constituem relação de consumo, diz juiz de Goiânia

Apple, Google e Dropbox são investigadas por práticas desleais 


Os fabricantes taiwaneses, temendo serem pegos na guerra comercial olho por olho, mudaram ou estão considerando transferir parte da produção da China para países como Vietnã, México e Índia.

A Foxconn está construindo linhas de montagem para o tablet iPad da Apple e o laptop MacBook em sua fábrica na província de Bac Giang, no nordeste do Vietnã, para entrar em operação no primeiro semestre de 2021, segundo informou uma fonte não revelada pela Reuters e que teve acesso ao plano da companhia.

As linhas também levarão parte da produção da China, disse a pessoa, sem dar detalhes sobre o quanto de produção iria deslocar. “A mudança foi solicitada pela Apple”, disse a pessoa. “Quer diversificar a produção depois da guerra comercial.”