Proteste divulga ranking das reclamações em 2017

Levantamento da Proteste considerou a quantidade de reclamações enviadas à entidade nos últimos 12 meses. Confira o resultado Por Ivan Ventura Março foi o mês do consumidor e a data não passou em branco no Brasil. Tanto empresas quanto governos celebraram o mês com uma série de iniciativas importantes e até vantajosas para os clientes. […]

Levantamento da Proteste considerou a quantidade de reclamações enviadas à entidade nos últimos 12 meses. Confira o resultado

Por Ivan Ventura
Março foi o mês do consumidor e a data não passou em branco no Brasil. Tanto empresas quanto governos celebraram o mês com uma série de iniciativas importantes e até vantajosas para os clientes. Os órgãos do defesa do consumidor realizaram ações educativas ao passo que empresas focaram os seus esforços na oferta de descontos e outras formas de oportunidades de negócios.
Infelizmente, há um lado sombrio e também amplamente lembrado nessa época do ano: as reclamações de produtos e serviços prestados pelas empresas. A Proteste, entidade de defesa do consumidor, exibiu um estudo sobre as empresas mais reclamadas nos últimos 12 meses. O resultado não necessariamente surpreende, mas não deixa de ser um alerta para clientes mais antenados com os seus direitos (e também deveres).
O estudo considerou as queixas encaminhadas a entidades nos últimos 12 meses. Daí, foram feitos recortes no estudo para identificar setores mais reclamados e, claro, as empresas. Veja:

Proteste